São muitos os dados que um empresário deve analisar diariamente para uma melhor gestão da sua empresa e para tomar decisões inteligentes, porém, algumas são mais relevantes por serem estratégicas, analise de Pareto, 80/20 ou curva A.B.C são algumas delas.

A curva A.B.C também chamada de analise de Pareto ou regra 80/20 é uma metodologia de classificação de produtos e tem como objetivo básico classificar os produtos em mais ou menos importantes para uma determinada empresa, seguindo o conceito 80/20 de Pareto que diz que 80% dos resultados são representados por 20% dos fatores.

No caso da curva A.B.C pode-se de dizer que 80% das vendas são representadas por 20% dos produtos.

Essa analise pode ser feita de diversas formas e alguns exemplos são:

  • Curva A.B.C por quantidade de produtos
  • Por valor de venda
  • Por marca de produtos
  • Por grupo de produtos

O conceito 80/20 também pode ser usado para diversas categorizações como:

  • Melhores clientes
  • Resultados de vendedores
  • Analise de problemas

Mas isso é assunto para um outro conteúdo.

Voltando a analise da curva A.B.C para produtos, a sua composição é formada da seguinte forma:

Curva A: Correspondem a 20% do total dos produtos, são considerados os mais importantes e representam 65% do total de vendas.

Curva B: Correspondem a 30% do total dos produtos, são considerados produtos intermediários, ou seja, aqueles que tem uma relevância no estoque por girar com frequência e garantir boa parte do faturamento.  Na maioria das vezes são produtos complementares aos produtos A.  Representam 25% do total de vendas.

Curva C: Correspondem a 50% do total dos produtos, são considerados de menor importância e em alguns casos podem ser até descartados no MIX de produtos de uma empresa, porem é preciso certo cuidado ao fazer essa analise de descarte. Podemos citar como exemplo as lojas de material de construção que tem o cimento como produto de curva C no quesito de lucratividade, porém,  é um produto de extrema importância para compor o mix de uma venda. Sendo assim muito cuidado ao excluir produtos de curva C.

Desta forma a analise da curva A.B.C é indicada para quem desejar conhecer bem os seus produtos a fim de definir estratégias de venda bem elaboradas como por exemplo o posicionamento dos produtos na gôndola, promoções e ações de marketing em redes sociais e muitas outras.

Se você é um(a) empresário(a) ou empreendedor(a), e está interessado em descobrir mais sobre o que é a gestão empresarial, PARABÉNS! Você acaba de subir mais um degrau para alcançar a estabilidade de seu negócio.

Primeiro de tudo, a gestão empresarial é um conjunto de ações e estratégias que você pode e deve utilizar em seu negócio, para consequentemente obter uma maior organização de seus processos internos e alcançar melhores resultados. A gestão empresarial não é uma fórmula, mas sim um conjunto de ações para que você possa ter acima de tudo, controle de seus recursos tanto estruturais, financeiros, quanto humano.  

Para um bom início de planejamento de gestão empresarial, você deve ficar atento à 3 fatores iniciais.

– Boa funcionalidade da sua gestão de estoque e produtos.
– Controlar as vendas e metas.
– Conhecer alguns dos principais erros quando se trata de gerenciamento financeiro.

Esses 4 pontos farão você perceber e acompanhar melhor o rendimento, e conhecer o dia a dia de sua empresa.

“Controle seu estoque”

Para você produzir ou comercializar é necessário que tenha conhecimento pleno do que se tem e o que se pode vender. Comprar matérias primas mais caras apenas para produzir o seu produto, porque você não tinha mais no estoque pode ser o começo de um erro mortal. Se você se identificou com esse problema, separamos aqui um artigo que pode te ajudar bastante: Como fazer um bom controle de estoque.

“Concentre-se em suas vendas e principalmente em uma meta”

Se está tudo desorganizado, foque em um dos pontos que está te tirando mais o sono e concentre-se em compreender de onde vem o erro. Os erros sempre vêm de gatilhos. O que está causando o gatilho para que essa situação esteja saindo do controle?

Agora para saber se você realmente está com controle de suas vendas, responda a seguinte pergunta: você sabe dizer agora quanto sua empresa vendeu esse mês?

Se você não respondeu essa pergunta com um SIM, está na hora de repensar. Afinal, se você não tem ideia de quanto está vendendo, como você sabe se as contas serão realmente pagas?

Treinar os funcionários para que eles possam ajudar na análise de vendas é uma ótima opção. Veja aqui algumas técnicas infalíveis de controle de vendas e metas.

“Reserva”

Crie uma reserva financeira para sua empresa. Desde o início da empresa procure economizar e guardar um pouco para eventuais necessidades.

Dica: Concentre-se em todo os meses destinar uma parte do lucro para essa reserva. Pense nela como se fosse um boleto comum e guarde essa quantia. Em caso de necessidade ela evitará que você procure empréstimos a juros altíssimos, colocando sua empresa em risco. Se estiver repleto de dúvidas referentes ao controle financeiro, separamos aqui um conteúdo especial para você, Resolvendo as principais dúvidas de gerenciamento financeiro.

“Contrate um software de gestão”

O Software de gestão é algo inevitável se você estiver em busca de um controle de sua empresa! Com ele, você e sua equipe estarão prontos para captar e tratar todas as informações de cada setor, além de acompanhar o crescimento e desenvolvimento de todas as etapas. Mas escolha bem qual o software vai utilizar! No mercado existem diversos softwares de grande capacidade e que vão reduzir bastante o desgaste de sua empresa, o software da Explend é um dos mais completos e com melhor custo benefício. Vale a pena conhecer.

Para você que se interessou por Gestão Empresarial, talvez esses materiais sejam também muito interessantes:

– Gestão de estoque – Planilha de conferência de estoque.
– Controle de vendas e metas.
– Resolvendo as principais dúvidas de gerenciamento financeiro.

 

Uma boa Gestão de estoque é o que vai diferenciar você dos seus principais concorrentes. É com uma boa gestão de estoque, que você controlará uma boa parte da gestão comercial e do giro que existe dentro da sua empresa.

Para que você consiga organizar o seu estoque, primeiro de tudo preciso que você crie um fluxo em sua mente: Como são meus processos no meu estoque hoje? Onde eles começam, onde terminam, quem faz o que?

Para descobrir os pontos de conflito, responda essas perguntas:

– O ambiente de seu estoque está iluminado e com caixas facilmente identificáveis?
– A mesma pessoa que repõe é a que confere o estoque?
– Você usa algum tipo de planejamento para demandas e consumos?

Um problema comum na gestão de estoque é quando se descobre que está precisando repor algo, apenas quando está faltando. E esse erro pode te levar a problemas extremamente sérios.

Jamais deixe uma Ruptura de gôndola acontecer.

Tenha sempre caixas organizadas e atenção na reposição de produtos. Seja o produto final (aquele que você está vendendo para o cliente mas ao chegar na loja ele não encontra nas gôndolas), ou a matéria prima (aquela que seu colaborador precisa para fabricar o seu produto) quando o produto não é encontrado é prejuízo! O cliente vai embora para comprar no seu concorrente e o seu colaborador vai ter que solicitar uma compra de emergência fazendo você comprar sua matéria prima por um custo muito mais alto.

Para iniciar o processo de gerenciamento de estoque, separamos aqui para você uma simples planilha que deve ser preenchida diariamente.

Baixe ela aqui: PLANILHA DE GERENCIAMENTO DE ESTOQUE

Dicas de organização:

Calcule os períodos em que mais existe giro daquele produto.

Controle seu estoque em sistema que te ofereça dados de entrada e saída.

Cadastre os produtos em um sistema e controle as categorias de seu produto.

Os sistemas de gestão de estoque

Pode fazer o cadastramento dos seus produtos e o controle de estoque, saída e até mesmo o cálculo de como anda seu estoque em cada tipo de produto, além de oferecer para você o tempo médio de duração deste produto e o tempo de reposição.

DICAS DE OURO:

Após a implantação de um software de gestão de estoque, você perceberá que gastará menos esforços e menos tempo para organizar sempre que um produto for comprado para seu estoque, mas finalmente para que tudo funcione perfeitamente é preciso ficar atento nessas dicas:

– Treine um responsável para ficar responsável pelo cadastro de todos os produtos.
– Durante o cadastro no sistema, certifique-se que você tenha as informações completas dos produtos.
– Identifique sempre os produtos pelos seus códigos de barras.

SUGESTÃO MASTER!

Gestão de estoque Explend – Conheça.

Para você que se interessou por conteúdos de Gestão, talvez esses materiais sejam também muito interessantes:

– PLANILHA DE GERENCIAMENTO DE ESTOQUE.
– Resolvendo as principais dúvidas de gerenciamento financeiro.

Bibliografia: https://www.youtube.com/watch?v=2MsdNsfrLMY