A importância de “desligar” durante o home office

As pesquisadoras Laura Giurge e Vanessa Bohns publicaram um artigo no Harvard
Business Review com dicas para evitar o burnout durante o home office, pois muitos
trabalhadores colocam uma pressão maior em si mesmos para produzir longe de
seus chefes. Elas alertam que, ao trabalhar de casa, perde-se a diferenciação entre o
pessoal e o profissional, por isso a importância de que mesmo no home office, a
pessoa continue se vestindo como se estivesse indo para o escritório. Giurge e
Bohns também sugerem criar um cronograma e sempre manter a separação entre
trabalho e a vida em casa, além de focar sempre nas grandes tarefas. Trabalhadores
que estão “ligados” o tempo todo têm risco maior de burnout quando trabalham em
casa.

 

Como evitar o burnout durante o trabalho em casa

O home office não te impede de sentir estresse ou até mesmo sofrer síndrome de
burnout: veja algumas dicas para evitar isso.

O trabalho remoto em casa, conhecido como home office, se tornou ferramenta
necessária com a pandemia do novo coronavírus. Estar em casa, no entanto, não
significa que sua saúde mental não pode sofrer das mesmas mazelas que as de um
escritório.

As pesquisadoras Laura Giurge e Vanessa Bohns publicaram um texto no Harvard
Business Review com dicas de como se manter saudável mentalmente e evitar
síndrome de burnout durante o período de home office. Segundo elas, parte do
problema é da pressão que você pode colocar em si mesmo para produzir longe de
seus chefes, aumentando seu estresse e tempo de trabalho.

 

Confira as dicas:

 

Mantenha limites entre a sua vida pessoal e profissional

 

Segundo Giurge e Bohns, a mente humana utiliza diversos marcadores para
determinar quando se está “trabalhando” e quando se está “em descanso”.
Normalmente, envolvem fatores relacionados ao ritual de trabalho. Por exemplo, o
deslocamento de sua casa ao local de trabalho é um marcador, assim como a roupa
que você usa.

Ao trabalhar de casa, esses marcadores são perdidos, misturando o que é pessoal e
o que é profissional. Por isso, elas indicam que você mantenha essa separação no
home office. Mesmo trabalhando de casa, continue se vestindo como se estivesse
indo para o trabalho normalmente. Também ache alguma rotina que substitua o seu
deslocamento diário, como uma leve atividade física.

 

Seja claro com o seu tempo

 

Estar em casa pode te dar algumas responsabilidades a mais que não existiriam no
dia a dia comum de trabalho. Isso vale em especial para quem tem filhos, que
também estão em casa por conta do coronavírus.

Giurge e Bohn acreditam que o melhor a ser feito é ter uma separação clara entre
trabalho e vida em casa. Uma sugestão, por exemplo, é criar um cronograma mais
flexível de trabalho, dedicando algumas horas do dia para cuidar dos filhos, ou ajudar
nos afazeres domésticos.

Elas também acreditam que chefes deveriam abrir o canal de comunicação com seus
funcionários, para que todos tenham tempo para cuidar da família e da casa durante a
crise.

 

Foque no que importa

 

O home office não é hora de se preocupar com assuntos triviais. Segundo as
pesquisadoras, a preocupação com manter a aparência de que se está trabalhando
faz com que funcionários se preocupem com tarefas que demandam muito, mas
podem importar pouco.

Apesar da estratégia de focar em coisas menores ajuda no curto prazo, afeta
negativamente no longo prazo e pode causar burnout. Portanto, o melhor a se fazer é
focar em tarefas maiores e mais importantes.

O tempo do expediente nunca esteve tão fragmentado. Por isso, focar em tarefas
mais importantes podem te ajudar a focar e levar com mais tranquilidade o tempo em
casa.

“Trabalhadores que estão ‘ligados’ o tempo todo têm um risco maior de burnout
quando trabalham em casa, comparado ao trabalho no escritório,” concluem Giurge e
Bohns. “Precisamos encontrar novas maneiras – e ajudar outros a fazerem o mesmo –
para criar tempo longe do trabalho e espaço mental.”

(Época Negócios).

 

Caso você precise de alguma ajuda, consultoria, solução, é só clicar aqui que um de nossos consultores vai falar com você.

Ou chame no nosso Whatsapp: (34) 98833-9702 .

Caso prefira, pode mandar um e-mail para marketing@explend.com.br

Siga nossas redes sociais para mais dicas: